Archive for the 'Culinária' Category

Mudança

edmolmoving

…mudamos para um endereço novo com domínio próprio e mais opções de customização!!! =)

www.kanten.com.br

Anúncios

Mochi & Ankô

>> Mudamos! kanten blog

O Mochi e o Ankô são duas receitas tradicionais da culinária japonesa. A partir delas é possível fazer um montão de outros pratos!

O Mochi ou (moti) é aquele “bolinho de arroz” feito em um pilão (ussu) por duas pessoas. Enquanto uma adiciona água ao arroz cozido a outra bate com a ajuda de uma espécie de marreta de madeira (tsuchi). É preparado normalmente durante a época de Ano Novo.

Quando era pequena, fazíamos o mochi na casa da minha vó exatamente dessa forma. É um pouco assustador no começo…principalmente porque parece que a mão da pessoa que ajeita a massa no pilão ..vai ser esmagada a qualquer momento!! =)…Não gostava de ficar vendo quando chegava a vez do meu pai =p

O Ankô é um doce de feijão vermelho (azuki) e ao contrário do que eu imaginava, ele não foi inventado no Japão, mas na China!

dsc_0104

Bom…o legal dessas duas receitas é que com elas é possível fazer dois doces diferentes: o daifuku e o botamochi!!!

No daifuku (bolinho da sorte), o ankô é o recheio e o mochi fica do lado de fora.

dsc_01092

dsc_01103

Já no botamochi é o contrário: ankô fora e arroz de mochi (motigomê) dentro. Com a ajuda do meu amigo Perninha (tricolor e corredor =) )…descobri que “botan” é uma flor japonesa e que esse doce é preparado normalmente na primavera. Em outras estações do ano, ele recebe o nome de ohagi.

dsc_0118

dsc_01232

Aí vão as receitas:

Mochi

  • 2 xíc. de chá de motigomê
  • 1 xíc. de chá de água morna
  • maisena

Lavar o arroz e deixar de molho até o dia seguinte. Escorrer e bater o arroz e a água no liquidificador até não ficar nenhum grãozinho.

Despejar em uma forma com pano úmido e cozinhar em banho-maria por aproximadamente 30 minutos.

Colocar a massa em uma assadeira polvilhada com maizena e fazer os bolinhos!

Ankô

  • 0,5 kg de feijão azuki
  • 0,5 kg de açúcar
  • 1 pitada de sal

Escolha e lave o feijão e deixe-o de molho por 2 horas. Depois, com a mesma água, cozinhe (com a tampa da panela de pressão aberta) por 5 minutos. Troque a água, tampe e cozinhe por mais 20 minutos.

Depois de cozido, acrescente meio copo de água e bata no liquidificador. Em seguida, esprema a massa com um guardanapo de pano para tirar o excesso de água.

Separe metade da massa acrescente o sal e o açúcar e leve ao fogo (sempre mexendo) até engrossar. Acrescente a outra metada da massa e cozinhe até obter o ponto desejado.

Bolinho de Estudante

>> Mudamos! kanten blog

Semana passada, experimentei um bolinho muito saboroso no café-da-manhã durante uma viagem!!…Aliás café-da-manhã de hotel é uma das minhas alegrias =p!!!..É tanta coisa diferente pra experimentar…e tudo parece tão gostoso!!!

Pois bem….de início achei a aparência do bolinho um pouco estranha, porque estava embebido em uma calda de açúcar. Mas como a descrição dizia: “Bolinho de tapioca e côco frito”…resolvi experimentar. Afinal a combinação tapioca-côco normalmente não tem erro, né!?

Resultado: o bolinho estava muuuuito bom, mas como já tinha experimentado muuuuita coisa =)…resolvi não repetir..=p..Já que tinham mais 2 dias de café-da-manhã pela frente!!

Só que…para minha tristeza..(e do Léo tb)…não fizeram mais esse bolinho nos outros dias =((….

Chegando em SP procuramos a receita na Internet e fizemos em casa!!!..Santo Google!!!!

dsc_0129

Receita:

  • 300 g de tapioca
  • 70 g de açúcar
  • 100 g de côco ralado
  • 2 xícaras de água morna
  • 1 colher (chá) de sal
  • 2 xícaras de leite morno

“Misture todos os ingredientes e deixe a massa descansar durante 10 minutos. Tome porções e enrole com as mãos, formando bolinhos. Frite-os em óleo quente. Sirva os bolinhos polvilhados com açúcar e canela em pó.”

uma dica: se você for comer logo depois de pronto, experimente passar no açúcar e na canela antes de fritar..ele fica com a casquinha mais crocante!!

O bolinho tem esse nome, porque os ingredientes são simples e baratos.

Algumas fotos da viagem:

dsc03624

dsc036541

dsc03671

Bolinhos de Chuva Salgados

>> Mudamos! kanten blog

Bolinho de Chuva é uma comidinha que lembra infância =)…Um dia desses resolvemos fazer alguns depois de voltar do trabalho. Meu irmão não é muito chegado em doces. Tanto é que sempre que come algo doce, tem que comer qualquer coisa salgada depois: se a sobremesa é um pedacinho de chocolate..lá vai ele atacar o último pedaço que restou da milanesa..hohoho…Parece até um ritual!

Por isso, fizemos bolinhos salgados. A receita é a mesma (sem o açúcar..=p)..e, para dar mais gostinho, foi uma lata de atum e pedacinhos de queijo.

Receita:

  • 1 xíc. de farinha de trigo;
  • 1 xíc. de maizena;
  • 1/2 xíc. de leite;
  • 2 ovos;
  • 1 colh. de sopa de fermento em pó;
  • 1 colh. de chá de sal;
  • 1 lata de atum moído;
  • cubinhos de queijo;

É só misturar tudo no liquidificador, fritar em fogo baixo e salpicar orégano por cima!

Bolo de Limão

A receita do Bolo de Limão veio do “Panelinha“, um site muito bacana que reúne receitas, blogs sobre culinária e uma comunidade onde qualquer um pode compartilhar suas criações gastronômicas!

Esse bolo fica super macio e o charme fica por conta da casquinha crocante de açúcar e limão que fica por fora!

A receita você pode conferir aqui.

Mini Bolo Mazzô

>> Mudamos! kanten blog

A receita do bolo mazzô veio do blog comes e bebes. O gosto é bem parecido com o pão-de-queijo, mas a diferença é que ele é assado naquelas formas furadas para bolo!

Já tinha feito essa receita algumas vezes aqui em casa…mas depois de achar as mini-forminhas para fazer pudins que estavam esquecidas no armário, resolvi fazer de novo! =)…É uma ótima pedida para o lanchinho da tarde. É assar, sentir o cheirinho..desenformar e comer quentinho com café!!!

A receita original está aqui! E também pode ser encontrada no blog prato fundo …A diferença é que acrescentei orégano fresco para dar um aroma e um pouco de queijo ralado para formar essas manchinhas…


Quinoa & Azedinha

>> Mudamos! kanten blog

A idéia inicial era fazer “Cuscuz Marroquino com Azedinha” seguindo a receita da chef Carla Pernambuco, publicada na Folha. Mas depois de comprar a azedinha, descobri que nenhum mercado/mercearia/sacolão aqui perto de casa tinha o cuscuz…O jeito foi mudar a receita: sai o cuscuz entra a quinoa!

A quinoa é um cereal da região dos Andes e era considerada a “mãe de todos os grãos” pelos Incas. Durante o período de colonização, os espanhóis a consideravam um alimento de segunda categoria e até chegaram a proibir seu consumo. Mal sabiam eles que a quinoa é um alimento muito nutritivo, rico em proteínas e, por isso, sempre presente nas refeições vegetarianas. (fonte & foto: wikipedia).

Bom, vamos à receita alterada:

Ingredientes

  • 250 g de quinoa;
  • 1/2 cebola ralada;
  • 2 colheres (sopa) de gengibre cru ralado;
  • 5 colheres (sopa) de azeite de oliva;
  • 350 ml de caldo de frango;
  • 2 xícaras de folhas de azedinha cortadas em tiras finas;
  • 4 colheres (sopa) de pepino fresco, sem sementes e cortado em cubos;
  • Sal a gosto.

Modo de Preparo:

  • Refogue a cebola e o gengibre com 3 colheres de azeite.
  • Acrescente o caldo de frango e os grãos de quinoa e deixe cozinhar por ~25min.
  • Refogue a azedinha com o restante do azeite e misture com a quinoa. Faça isso com um garfo para não amassar muito os grãos. Nessa etapa misturei os ingredientes com a tigela dentro de um recipiente com água gelada para parar o cozimento da quinoa.

(Como todas as verduras, a azedinha reduz bastante de volume depois de refogada…Achei que tinha pouca verdura para a quantidade de quinoa…Isso até provar o refogadinho…e perceber o porquê do nome “azedinha“….. =p!)

  • Acrescente os pepinos e leve à geladeira. Sirva frio.

Abaixo, seguem alguns links de outras receitas com quinoa. Bom apetite!!

  1. O tradicional e saboroso tabule com quinoa
  2. Crepes de quinoa e canela com calda de pêssego
  3. Quinoa Raisin Muffins
  4. Quinoa crusted chicken fingers (pedacinhos de frango empanados com quinoa)