Posts Tagged 'receita'

Mochi & Ankô

>> Mudamos! kanten blog

O Mochi e o Ankô são duas receitas tradicionais da culinária japonesa. A partir delas é possível fazer um montão de outros pratos!

O Mochi ou (moti) é aquele “bolinho de arroz” feito em um pilão (ussu) por duas pessoas. Enquanto uma adiciona água ao arroz cozido a outra bate com a ajuda de uma espécie de marreta de madeira (tsuchi). É preparado normalmente durante a época de Ano Novo.

Quando era pequena, fazíamos o mochi na casa da minha vó exatamente dessa forma. É um pouco assustador no começo…principalmente porque parece que a mão da pessoa que ajeita a massa no pilão ..vai ser esmagada a qualquer momento!! =)…Não gostava de ficar vendo quando chegava a vez do meu pai =p

O Ankô é um doce de feijão vermelho (azuki) e ao contrário do que eu imaginava, ele não foi inventado no Japão, mas na China!

dsc_0104

Bom…o legal dessas duas receitas é que com elas é possível fazer dois doces diferentes: o daifuku e o botamochi!!!

No daifuku (bolinho da sorte), o ankô é o recheio e o mochi fica do lado de fora.

dsc_01092

dsc_01103

Já no botamochi é o contrário: ankô fora e arroz de mochi (motigomê) dentro. Com a ajuda do meu amigo Perninha (tricolor e corredor =) )…descobri que “botan” é uma flor japonesa e que esse doce é preparado normalmente na primavera. Em outras estações do ano, ele recebe o nome de ohagi.

dsc_0118

dsc_01232

Aí vão as receitas:

Mochi

  • 2 xíc. de chá de motigomê
  • 1 xíc. de chá de água morna
  • maisena

Lavar o arroz e deixar de molho até o dia seguinte. Escorrer e bater o arroz e a água no liquidificador até não ficar nenhum grãozinho.

Despejar em uma forma com pano úmido e cozinhar em banho-maria por aproximadamente 30 minutos.

Colocar a massa em uma assadeira polvilhada com maizena e fazer os bolinhos!

Ankô

  • 0,5 kg de feijão azuki
  • 0,5 kg de açúcar
  • 1 pitada de sal

Escolha e lave o feijão e deixe-o de molho por 2 horas. Depois, com a mesma água, cozinhe (com a tampa da panela de pressão aberta) por 5 minutos. Troque a água, tampe e cozinhe por mais 20 minutos.

Depois de cozido, acrescente meio copo de água e bata no liquidificador. Em seguida, esprema a massa com um guardanapo de pano para tirar o excesso de água.

Separe metade da massa acrescente o sal e o açúcar e leve ao fogo (sempre mexendo) até engrossar. Acrescente a outra metada da massa e cozinhe até obter o ponto desejado.

Finger Food

>> Mudamos! kanten blog

Sabe aquele tipo de comida que você come, come e só percebe que comeu um monte quando o pacote ou a travessa ficou vazia? Pois é, esses aperitivos e comidinhas vilões das dietas pré-verão são os Finger Foods. Como o nome já diz, eles são feitos para comer com a mão mesmo, sem talheres, por isso são práticos para servir em festas. Além de serem muito charmosos na mesa, é bem divertido ficar escolhendo qual sabor experimentar!

Nesse final de semana, experimentei fazer dois: o de batata bolinha

e o de tomatinhos cereja:

Ambas receitas do blog Rainhas do Lar, que sempre tem receitas práticas e deliciosas!

Um site muito legal para se inspirar com as mini-comidinhas é o Finger Food. Especializado nesse tipo de culinária, ele oferece uma grande variedade no cardápio. Você vai escolhendo a quantidade de acordo com o número de convidados e duração da festa.

Mas se você prefere mesmo colocar a mão na massa, aí vão outros links: